Facebook       Twitter

São Bernardo é beneficiada em projeto habitacional

0

Iniciativa do governo do Estado prevê construção de 100 casas no Areião com custo de R$ 15 mil

São Bernardo foi a única cidade do Grande ABC contemplada no projeto habitacional Nossa Casa do governo do Estado. O município irá receber o equivalente a 100 unidades habitacionais, que vão beneficiar famílias do bairro Areião. O investimento será de R$ 15 milhões e as obras têm previsão para começar em 2022. 

Além de São Bernardo, outras 86 cidades foram contempladas pelo projeto e a iniciativa deverá custar R$ 1,1 bilhão.

Conforme o secretário executivo de Habitação do Estado de São Paulo, Fernando Marangoni (DEM), o projeto não recebeu auxílio do governo federal. Ao todo, as 87 cidades beneficiadas receberão 10.589 casas. “Hoje (ontem) foi um dia especial para a habitação de São Paulo com o anúncio de novas moradias. Mesmo sem o apoio do governo federal seguimos trabalhando para a população ter moradia digna em todo o Estado”, declarou Marangoni. 

De acordo com a Secretaria de Habitação, os novos empreendimentos vão gerar 30 mil empregos diretos, indiretos e induzidos. “Assim que seguimos trabalhando, garantindo acesso à moradia digna e gerando novos postos de trabalho”, prosseguiu o secretário executivo.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), esteve presente no anúncio, ao lado da mulher, a deputada estadual Carla Morando (PSDB). “Agradeço ao governador João Doria (PSDB) por mais esta parceria com São Bernardo, que, só neste ano já trouxe o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), a Rede Lucy Montoro, recursos para a construção da primeira ponte estaiada de São Bernardo e do segundo Bom Prato, no bairro Assunção, além da implantação do Centro de Excelência Esportiva. Com esses recursos, serão construídas moradias dignas que levarão mais qualidade de vida e segurança aos moradores do bairro Areião”, afirmou Morando.

Nesta parceria, a Prefeitura cederá o terreno e será responsável por toda a infraestrutura externa, como pavimentação e implantação de redes de água e esgoto. Enquanto o governo do Estado, por meio da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), elaborará o projeto, fará a licitação e executará a obra. Os beneficiários serão famílias do bairro Areião a serem indicados pela Secretaria de Habitação do município. 

Fonte: Redação do Diário do Grande ABC

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com