Facebook       Twitter

Programa da CODESAIMA vai beneficiar 1,5 mil famílias em Roraima

0

Captura de tela 2021-10-13 174304‘Morar Melhor’ começa a funcionar em dezembro deste ano, afirma Izabela do Vale

O programa habitacional da Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima) – ‘Morar Melhor’ vai beneficiar 1,5 mil famílias e está previsto para ser executado a partir de dezembro deste ano. A afirmação foi dada pelo diretor de Habitação, Rodrigo de Castro Ávila, durante entrevista no programa Agenda da Semana, da Folha FM, nesse domingo (10).

Ele enfatizou que a iniciativa visa resgatar o direito social de moradia à sociedade, com base na legislação. Nesta primeira etapa devem ser investidos em torno de R$ 6 milhões, tendo em vista que cada intervenção no imóvel pode chegar a R$ 6 mil.

Ávila ressaltou que o ‘Morar Melhor’ se trata de um projeto de melhoramento habitacional, que terá critérios técnicos para a seleção dos beneficiários. Segundo ele, serão priorizados imóveis de idosos, pessoas com deficiência,  que tiverem mulher como chefe de família e pessoas de baixa renda.

O diretor de Habitação explicou que as obras serão de melhoramento, pequenas intervenções, como: banheiros, caixa d’água, parte elétrica e hidráulica, acessibilidade e outras. Ele garantiu que mesmo com recurso do Governo Federal, a gestão Estadual irá utilizar recursos próprios para a implantação e execução do programa.

Ávila indicou que estudantes de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, juntamente com uma equipe da Codesaima, já estão fazendo um levantamento das famílias e imóveis que se encaixam dentro dos critérios técnicos para serem contemplados.

Posteriormente, a Companhia irá realizar o credenciamento das empresas que irão realizar a execução dos serviços de construção. Para isso, será divulgado um edital de credenciamento com todas as exigências para que as empresas possam participar do processo.

Regularização
A diretora-presidente da Codesaima, Izabela do Vale Matias, relatou que a atual gestão reformulou e criou um novo estatuto para a execução do trabalho na Companhia. Ela afirmou que o objeto agora é a habitação, começando pela regularização de conjuntos, melhoramento habitacional e construção de novos conjuntos.

Izabela destacou que dois conjuntos já foram regularizados por meio do programa ‘Aqui tem dono – regularização urbana’. São eles: Cabos e Soldados e Mecejana. Segundo ela, outros ainda devem entrar no projeto de regularização, uma vez que ainda faltam três mil unidades habitacionais. Os próximos serão Pricumã 1 e 2.

Mafir
Sobre o Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima (Mafir), Izabela citou que o governo quitou a dívida de R$ 20 milhões, mas que ainda existem pendências a serem resolvidas. Ela adiantou que o espaço foi desativado, assim como as fábrica, mas que a ideia é quitar as dívidas em 100% e resgatar os bens, bem como ativar novamente as fábricas.

Fonte: Folha BV

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com