Facebook       Twitter

Para atender famílias de baixa renda a Prefeitura de São Paulo autoriza obras no Edifício Prestes Maia

0

As obras vão favorecer 287 famílias de baixa renda e serão feitas dentro do Programa Pode Entrar

A ordem para início de obras no Edifício Prestes Maia, no centro da cidade, foi assinada pelo prefeito Ricardo Nunes. A iniciativa faz parte do Programa Pode entrar, com entrega prevista para junho de 2024 e serão no total 287 famílias beneficiadas. A cerimônia ocorreu no próprio edifício e contou com a presença dos futuros proprietários dos imóveis no momento da assinatura do documento. O secretário municipal de Habitação, João Farias, e o presidente da Cohab-SP, Alex Peixe, também participaram.

Para que a associação/movimento tenha a gestão sobre as áreas a serem construídas ou requalificadas, existe o Termo de Colaboração que é um instrumento de formalização, isto é, a responsabilidade do projeto e da execução tornam-se da entidade.

“Sou um prefeito que saiu da periferia, do Parque Santo Antônio, e sei como esse momento é especial para cada um”, disse Ricardo Nunes. O prefeito ressaltou a política habitacional desenvolvida hoje na cidade. “Em outros governos, de 2013 a 2016, foram terminadas 5.500 unidades habitacionais na capital. E, em um ano e meio, nós já entregamos 4.420 unidades e vamos entregar 49 mil até 2024”, destacando, o prefeito de São Paulo, a importância do evento.

“É possível o morador de baixa renda morar no centro da cidade, quando se tem uma política voltada para esse trabalhador, como o Programa Pode entrar”, afirmou a coordenadora do Movimento de Moradia na Luta por Justiça, Ivaneti Araújo. O Edifício Prestes Maia atenderá as famílias cadastradas nas associações participantes da modalidade “Entidades”, do Programa Pode Entrar. O imóvel foi desapropriado recentemente, após os moradores se retirarem para possibilitar a contratação das obras. 

“Nada melhor para revitalizar a região central da cidade do que estimular a habitação. Serão, no mínimo, mil pessoas beneficiadas diretamente por essa obra no Edifício Prestes Maia”, explicou o presidente da Cohab, Alex Peixe.

Serão investidos mais de R$ 76 milhões, recursos do município para a reforma do empreendimento, ao todo. O projeto do Edifício Prestes Maia, com dois blocos, térreo e mais 21 pavimentos, contemplará 287 unidades habitacionais.

A infraestrutura dos apartamentos com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, incluirá metragem entre 35,46 m² a 56,33 m². Áreas de lazer coberta e descoberta, salão condominial e garagem coberta são espaços que os futuros moradores poderão usufruir.

Disse o secretário: “Nós temos hoje uma política habitacional que respeita a população”, afirma o secretário Municipal de habitação, João Farias. “Temos uma administração municipal que respeita quem não consegue comprovar renda, quem está com nome negativado e quem ganha um salário mínimo”.

O acesso à casa própria para famílias de baixa renda é facilitado pelo Programa Pode Entrar que conta com recursos exclusivos da Prefeitura e institui ferramentas que facilitam o ingresso no mesmo. Com a construção de empreendimentos habitacionais de interesse social, a requalificação de imóveis urbanos e a aquisição de unidades habitacionais, ele permite ao município impulsionar a habitação na cidade.

Com um investimento de R$ 8 bilhões, recentemente, a Prefeitura publicou edital para compra de 45 mil unidades habitacionais. As famílias que estão no cadastro da Cohab e no auxílio-aluguel do município são as que serão atendidas por essas moradias. A Administração municipal pretende zerar o banco de famílias que recebem o benefício dessa forma.

Fonte: SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com