Facebook       Twitter

Mais 176 unidades do Residencial Riacho Doce são entregues pelo Governo do Estado do Pará

0

O governo do Estado do Pará entregou nesta quarta-feira, 1º de junho, mais 176 apartamentos do conjunto residencial Riacho Doce II e III, localizados no bairro do Guamá, em Belém, colocando fim a uma espera de anos e avançando a política habitacional paraense. As famílias foram remanejadas durante o andamento das obras de macrodrenagem na bacia do Tucunduba e agora são contempladas com as unidades habitacionais.

Destacou o governador Helder Barbalho: “Quando nós assumimos o governo, essa obra estava parada. Os recursos estavam perdidos. Nós recuperamos o projeto, fomos atrás dos recursos necessários e hoje estamos aqui para dizer a vocês que valeu a pena confiar e de agora em diante, esses apartamentos são de vocês, é a nova casa de vocês”, que complementou dizendo o quanto as obras foram priorizadas pela atual gestão. As chaves dos imóveis foram entregues em cerimônia oficial pelo governador.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Obras Públicas (Sedop) executa as obras de construção do Riacho Doce e o órgão responsável pelas ações junto às famílias que são beneficiadas pela construção do conjunto é a Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab).

A conclusão desta etapa do projeto põe fim a uma longa espera que durou anos, de acordo com o presidente da Cohab, Orlando Reis, mas que após a gestão atual com o objetivo de priorizar a melhoria de moradias para a população, chegou ao fim.

Frisou o titular da Cohab, Orlando Reis: “Cada família beneficiada está recebendo um imóvel que garante qualidade e conforto no dia a dia. Um novo momento começa agora na vida desses moradores, com mais estrutura, garantia de direitos e com a certeza de que essa obra tão importante só foi possível com a dedicação da gestão estadual”.

Pontuou Ruy Cabral, titular da Sedop: “Nós continuamos com o projeto da macrodrenagem com recursos do tesouro estadual. Isso vai trazer a melhoria da qualidade de vida, valorizando vocês moradores” e complementou dizendo que a construção do residencial faz parte de um grande pacote de ações que o governo do Estado vem efetivando para transformar positivamente a área ao longo da bacia do Tucunduba. 

Todos os blocos possuem quatro pavimentos, com quatro apartamentos por andar. Os apartamentos foram vistoriados pelos moradores em abril de 2022 e os que receberam as chaves vão morar nos blocos 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24 e 25 do Riacho Doce II e nos blocos 28 e 29 do Riacho Doce III.

O governo do Estado já entregou outras 97 unidades habitacionais nos conjuntos Riacho Doce I e II, em dezembro de 2021, além desses 176 apartamentos. A quantidade de imóveis construídos e entregues para as famílias morarem chega a 273, com esse repasse.

As obras nos Conjuntos Riacho Doce I, II e III se arrastaram durante anos, até serem retomadas pela atual gestão do Governo do Estado e iniciaram em 2006. O projeto de Macrodrenagem da Bacia do Tucunduba, que está mudando a realidade de bairros como o Guamá, Terra Firme, Canudos e Marco, tem a construção das unidades fazendo parte do mesmo.

Além de saneamento básico e mobilidade urbana, o empreendimento garante moradia digna para famílias que precisaram ser remanejadas por conta das intervenções no canal ou estavam inscritas em programas de assistência habitacional do governo.

Fonte: Agência Pará

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com