Facebook       Twitter

Com a construção de 64 moradias pela CDHU Prefeitura de Mogi das Cruzes/SP lança programa Mogi Meu Lar

0

Com o objetivo de facilitar o acesso de famílias de baixa renda a moradias, a Prefeitura de Mogi das Cruzes lança o programa habitacional Mogi Meu Lar. O cadastro deve ser aberto no mês de julho, o prefeito Caio Cunha antecipou alguns detalhes do programa e informou que os cadastros que já haviam sido realizados para outros programas habitacionais estão desatualizados.

Afirmou o prefeito: “Os cadastros, quando foram feitos lá atrás, eram para programas específicos, do governo estadual ou federal. No fundo, a cidade de Mogi das Cruzes, hoje, está no escuro. Ela não sabe quem precisa ou não. Os cadastros existentes na Prefeitura são muito antigos e são desatualizados. Então, uma das coisas muito importantes que vamos lançar já em julho é o Cadastro Municipal de Habitação”.

O prefeito ainda explicou que ser de Mogi das Cruzes e apresentar situação de vulnerabilidade, estão entre os critérios para se inscrever no programa Mogi Meu Lar – os parâmetros ainda serão definidos pela Prefeitura. Em regiões onde se concentra o maior número de famílias com baixa renda, o cadastro poderá ser feito por meio de campanhas locais que serão realizadas pela administração municipal e também online.

A construção de 64 moradias no Conjunto Jefferson, em parceria com o Governo de SP através da CDHU e a reforma de 350 imóveis na Vila Estação por meio de convênio com o programa Viver Melhor, também do governo estadual, serão as primeiras realizações do programa, segundo o prefeito.

“Já na semana que vem nós vamos protocolar aquela tão esperada reforma administrativa. Nessa reforma nós criaremos a Secretaria da Habitação, ou seja, a gente eleva o nível do debate da habitação, que hoje é uma coordenadoria. Com a secretaria de habitação nós vamos criar também um Conselho Municipal de Habitação, para que as pessoas nos ajudem e participem para a criação de política pública municipal voltada para a habitação”, afirmou o prefeito de Mogi das Cruzes.

Por meio da nova pasta, será feita a regularização fundiária de milhares de moradias da cidade, acrescentou o chefe do executivo: “Até o final do nosso mandato nós vamos regularizar aproximadamente 5 mil moradias aqui em Mogi das Cruzes. É o maior programa de regularização fundiária da história de Mogi das Cruzes”, e citou os bairros: Chácara Santo Ângelo, Conjunto Toyama, Vila Estação, Vila Moraes, Cezar de Souza, Jardim Aeroporto III e Novo Horizonte que também devem ser atendidos pela ação.

“Mogi, além de ser uma cidade com uma régua alta, referência no Alto Tietê, ela tem um território muito amplo, o que acaba sendo muito convidativo para invasões, além de ter uma estrutura educacional muito boa, o que também acaba atraindo mais gente”, comentou Caio Cunha em relação às recentes invasões de áreas em Mogi das Cruzes. 

Fonte: NM Notícias de Mogi

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com