Facebook       Twitter

Rio de Janeiro terá mais seis empreendimentos do ‘Minha casa, minha vida’

0

'Minha casa, minha vida' terá novas unidades no Rio Foto: Arquivo/ Jornal Extra

‘Minha casa, minha vida’ terá novas unidades no Rio Foto: Arquivo/ Jornal Extra

Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou mais seis empreendimentos do programa habitacional “Minha casa, minha vida”. Os contratos de construção já foram assinados com a Caixa Econômica Federal (CEF) e resultarão na construção de cerca de três mil unidades para, pelo menos, 15 mil pessoas, integrantes de famílias na faixa 1 (renda mensal familiar de até R$ 1.800). Outros três projetos do mesmo programa, com 1.400 apartamentos, começaram a ser negociados.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno, três conjuntos serão construídos na Mangueira, na Zona Norte, e os outros três em Cosmos, na Zona Oeste. São eles: IBGE, Ministério da Fazenda, Lanifício, Vivendas dos Canarinhos, Vivendas dos Sabias e Vivendas dos Bem-Te-Vis.

“As obras deverão começar em agosto e vão durar entre um ano e um ano e dois meses, aproximadamente. Serão destinados a moradores da chamada faixa de especial interesse social. São famílias estão no aluguel social, aguardando ansiosas a construção das moradias. Será um resgate de uma dívida que a cidade do Rio de Janeiro tem com essas famílias”, adiantou Bruno.

Também está sendo negociada com a Caixa Econômica Federal a assinatura para a liberação de outros R$ 100 milhões, que serão investidos na construção de mais mil unidades em outros três empreendimentos já projetados do “Minha casa, minha vida”: o Jambalaia, em Campo Grande; o Parque Everest, em Inhaúma; e o Rheem, Benfica, na Avenida Brasil.

Casas em Manguinhos já estão prontas

Segundo a secretária de Infraestrutura e Habitação, os apartamentos de outro conjunto, que já tem 97% das obras concluídas, o Mandela de Pedra, na Avenida Leopoldo Bulhões 500, em Manguinhos, na Zona Norte, já estão prontos. Falta apenas a liberação do Corpo de Bombeiros para fazerem o sorteio para 600 moradores. O projeto contou com a urbanização total da área, com valor de R$ 30 milhões. O “Minha casa, minha vida” Mandela tem área de lazer, quadra poliesportiva, salão de festas, estacionamento e ciclovia.

Como se cadastrar para os sorteios

 Os interessados em concorrer aos sorteios dos imóveis do programa “Minha casa, minha vida” deverão ter mais de 18 anos e não podem ter casa própria ou financiamento habitacional em qualquer localidade do Brasil. Também não podem ter sido beneficiados por programas de habitação social do governo.

Para se inscrever é preciso ir a Rua da Constituição 34, no Centro do Rio, com a documentação necessária:

  • Carteira de identidade
  • Certidão do registro civil
  • CPF
  • Comprovante de residência
  • Contracheque ou comprovante de benefícios nos casos de aposentado/pensionista, que prove renda familiar bruta de até R$ 1.800
  • Carteira de trabalho
  • Título de eleitor
  • Certidões de nascimento de filhos menores de 18 anos
  • Laudo médico atual com identificação da doença e CID (nos casos de pessoas com deficiência)

É importante sempre manter o cadastro atualizado, com número de telefone e endereço, para que o governo consiga entrar em contato em caso de sorteio.

Fonte: Jornal Extra

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com