Facebook       Twitter

Primeiro sorteio da PPP da Habitação na capital será em 5 de setembro

0

Evento terá transmissão ao vivo pelo canal da Secretaria da Habitação no Youtube; serão 601 apartamentos na região central da SP

O primeiro sorteio de moradias da Parceria Público-Privada (PPP) da Habitação no centro de São Paulo está marcado para o dia 5 de setembro. Serão escolhidos os moradores de 601 apartamentos, sendo 510 unidades dos três primeiros blocos do Complexo Júlio Prestes, que está em obras no terreno da antiga rodoviária da capital, em frente à Sala São Paulo, e outras 91 unidades já em fase final de construção na alameda Glete.

O sorteio será transmitido ao vivo no canal da Secretaria de Estado da Habitação no YouTube. A realização do sorteio é da Secretaria da Habitação, em parceria com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) – que irá fornecer o software de sorteio – e a Prodesp, com auditoria TUV Rheinland.

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, explicou que serão vários sorteios, todos realizados de acordo com o ritmo das obras, consideradas mais rápidas do que uma licitação tradicional. “No total, serão 2.260 moradias para famílias de baixa renda que vão contribuir para o repovoamento do centro da capital”, afirmou. No total, 189,5 mil pessoas se inscreveram para a PPP da Habitação.

Tecnologia
O processo do sorteio eletrônico foi desenvolvido pelo Centro de Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade do IPT. O sistema conta com diferentes algoritmos para gerar os números sorteados. Não há a possibilidade de resultados viciados, pois o sistema usa uma chave de 16 dígitos, denominada “semente”, que será sorteada durante o evento e então inserida no software antes da distribuição aleatória dos dados. Essa chave garante a segurança do sistema, impedindo a previsibilidade de resultados, em diferentes processos.

Outro diferencial é a uniformidade na distribuição das informações, uma característica importante para o software atender aos requisitos do sorteio. Não há privilégios entre os sorteados: o sistema analisa todo o universo de inscritos e distribui os resultados de modo balanceado entre os subgrupos. O sistema criado pelo IPT utiliza uma base cientifica de chancela do National Institute of Standards and Technology (NIST), dos Estados Unidos, adotado em criptografia avançada, o mesmo utilizado pelo governo dos EUA em questões de segurança digital.

Essa modalidade já foi utilizada para o sorteio de moradias da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), do Minha Casa, Minha Vida no Mato Grosso e de prêmios da Nota Fiscal Paulista, Nota Fiscal Paulistana, Nota Salvador e Nota Paraná.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

 

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com