Facebook       Twitter

Prefeitura de São Paulo aprova mais de 130 mil moradias populares e bate recorde em 2021

0

Foram aprovadas 131.165 moradias, número superior a todos os anos desde 2013, quando o dado passou a ser contabilizado. A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), alcançou um recorde de licenciamento de habitação popular em 2021. Destaque para as unidades de Habitação de Interesse Social (HIS), destinadas a famílias com renda entre 0 e 6 salários-mínimos, que somaram 97.373 e representaram 74% de todas as moradias licenciadas (Habitação de Interesse Social – HIS + Habitação de Mercado Popular – HMP).

Em vigor desde 1º de janeiro de 2020, seu objetivo é agilizar a concessão de alvarás, reduzindo custos e tempo de tramitação dos projetos. Os resultados reforçam a retomada econômica do setor de construção civil e foram influenciados pelo Portal de Licenciamento, plataforma de tramitação e análise de processos de licenciamento 100% digital da cidade.

2020 foi o ano que, até então, registrava o recorde histórico de 80 mil unidades aprovadas de HIS e HMP, o licenciamento de moradias populares no ano passado foi tão expressivo que representou um aumento de 63%. A marca vai ao encontro do Programa de Metas 2021-2024 do Município que, estabelece em sua meta nº 15, o licenciamento de 300 mil habitações populares até o fim de 2024.

Desde 2017, mais de 32 mil unidades habitacionais foram entregues pela Prefeitura à população paulistana em parceria com os Governos Estadual e Federal e a iniciativa privada. Incentivar o acesso à moradia adequada é compromisso da atual gestão. Além disso, está de acordo com a política pública de construção de unidades habitacionais na cidade.

Fonte: Cidade de São Paulo

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com