Facebook       Twitter

O que será das obras do PAC?

0

Foto: Dibulgação

Foto: Dibulgação

Matéria veiculada nesta segunda-feira (15/07), no jornal O Povo (CE), destaca o atual cenário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC):  contingenciado, descentralizado por decreto de março do ministro da Economia, Paulo Guedes, e, por fim, encerrado por reforma administrativa do Governo Bolsonaro.

De acordo com a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, ligada ao Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o programa, com 12 anos de existência, está encerrado. “O PAC acabou, o que estava em andamento foi descentralizado e cada pasta trata de um grupo de obras (saúde, educação, infra…).”.

Ouvido para a matéria, o presidente da Comissão de Infraestrutura da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Carlos Eduardo Lima Jorge, disse que vê com bons olhos a descentralização dos recursos.

“Assim (descentralizado) cada ministério, conhecendo seu próprio orçamento, pode ter mais objetividade e resultados mais práticos”, observa.

Sobre a falta celeridade no anúncio do projeto que irá substituir o PAC – o que corrobora para estagnação da economia e manutenção das elevadas taxas de desemprego.

“Como o governo está sendo muito cobrado, porque depois de seis meses a economia não deslanchou e nem muito menos a geração de emprego, eu acho que eles estão tendo a percepção que têm na mão uma oportunidade, com esse conjunto de pequenas obras, de gerar emprego e movimentar a economia regional com muito mais rapidez. A nossa grande expectativa é que o governo tome o programa, certamente com outro nome, como bandeira de curto prazo para geração de emprego”, defende Lima Jorge.

Veja a íntegra da matéria publicada no jornal O Povo (CE).

Fonte: Agência CBIC

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com