Facebook       Twitter

Ministro das Cidades entrega 640 casas do MCMV em Goiânia e anuncia R$ 134 milhões em recursos para a cidade

0

Foto Divulgação/ Ministério das Cidades

Foto Divulgação/ Ministério das Cidades

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, entregou neste domingo (25), 640 apartamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), que correspondeu à segunda etapa do Residencial Nelson Mandela, em Goiânia (GO). Parte das famílias goianienses selecionadas pelo ente público moravam em áreas de risco da capital e vão passar a pagar, durante 10 anos, parcelas que variam de R$ 80 a R$ 270 reais por mês. Com o custo de R$ 48 milhões, os apartamentos beneficiaram 2.560 pessoas.

“Esse é o momento também de reiterar que é sim uma responsabilidade do governo federal, estadual e municipal retornar o imposto que o povo paga em obras e serviços, mas isso só é possível com responsabilidade, gestão, honestidade e transparência”, afirmou o ministro ao lembrar que várias obras do Minha Casa, Minha Vida estavam paradas desde a última gestão.

No evento, o ministro Baldy assinou um Termo de Compromisso de R$ 12 milhões para a construção de quatro creches, duas escolas, e uma unidade de saúde na região do Residencial. O ministro ainda entregou ao governador de Goiás, Marconi Perillo, R$ 50 milhões do Cartão Reforma para que famílias goianas possam realizar a melhoria das suas habitações.

“Os projetos têm sido edificados com muita rapidez. Trabalhamos também para trazer os equipamentos sociais para que a gente não possa falar aqui tão somente da entrega, mas também se preocupar com as pessoas que vão morar aqui e vão precisar dos equipamentos sociais, como creches para que as mulheres possam trabalhar e deixar seus filhos em segurança, com a saúde, educação, mobilidade urbana e tudo que se faz necessário”, destacou Baldy.

Em seu discurso, o governador Marconi Perillo afirmou que o ministro Baldy garantiu a ele que vai liberar os recursos para a construção de mais 3 mil moradias na região. “Esse sonho começou no ano de 2000 quando colocamos em prática a política habitacional do nosso governo, com casas de alto nível e toda a infraestrutura necessária”, explicou Marconi Perillo.

Mobilidade Urbana
Na ocasião, o ministro Baldy entregou ao prefeito de Goiânia, Iris Rezende, um cheque simbólico como forma de autorização do Ministério das Cidades para que a Prefeitura licite construções dos corredores preferenciais na Avenida 85, com o valor de R$ 22,7 milhões, Avenida T-63, R$ 17,71 milhões, Avenida Independência, R$21,22 milhões e na Avenida 24 de outubro que, segundo o ministro, foi um pedido especial do deputado Daniel Vilela (MDB), no valor de 10,91 milhões.

O total destes investimentos em mobilidade urbana na capital será de R$ 72 milhões. O ministro também liberou, por meio de recursos do Orçamento Geral da União, R$ 70 milhões para a continuidade das obras do BRT.

Participaram da entrega o governador de Goiás, Marconi Perillo; o vice-governador, José Eliton; o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; a senadora Lúcia Vânia; dentre outros parlamentares e autoridades.

Residencial Nelson Mandela – O empreendimento fica no Conjunto Vera Cruz e é um dos maiores conjuntos habitacionais do Estado de Goiás. Com 1.616 apartamentos, o Residencial contou com um investimento total de R$ 121,20 milhões, sendo R$ 96,96 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial – (FAR) da CAIXA e R$ 24,24 milhões do Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás, por intermédio da Agência Goiana de Habitação (Agehab).

O empreendimento é dividido em blocos de quatro andares com 16 apartamentos cada. As unidades são divididas em dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro e possuem 42,90 m² cada.

Em outubro de 2017, na primeira etapa do empreendimento, haviam sido entregues 400 moradias. As 576 habitações restantes devem ser entregues até o final de março deste ano.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério das Cidades

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com