Facebook       Twitter

Ministro das Cidades afirma em São Paulo que MCMV representa 70% do mercado imobiliário

0

O ministro das Cidades Alexandre Baldy, participou do evento de abertura do Feirão Caixa da Casa Própria, em São Paulo (SP), e afirmou que as unidades habitacionais pertencentes ao Programa Minha Casa, Minha Vida representa 70% do mercado imobiliário brasileiro. “O Minha Casa, Minha Vida representa cerca de 65% das construções e 70% do mercado atualmente. Nosso objetivo é, nesse ano, contratar 650 mil unidades habitacionais, auxiliando na luta contra o déficit habitacional brasileiro e na retomada da economia, gerando emprego e renda no ramo da construção civil”. Também estiveram presentes na abertura o presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson de Souza, o governador de São Paulo, Márcio França, e o prefeito da capital paulista, Bruno Covas.

“O feirão representa um aquecimento, representando a recuperação econômica das famílias e empresas brasileiras, gerando como consequência uma retomada social, oportunizando às famílias uma moradia digna e de qualidade. A determinação do presidente Michel Temer é de que não falte recursos para a habitação, e concentramos nossos esforços para que cada vez mais pessoas tenham acesso à moradia”, explicou o ministro.

De acordo com o presidente da Caixa, Nelson de Souza, o feirão irá proporcionar uma boa injeção de investimentos na economia do país. “Em habitação, já foram investidos cerca de R$ 85 milhões, e ainda temos a meta de contratação das 650 mil unidades do Minha Casa, Minha Vida, um objetivo totalmente desafiador. No ano passado, 234 mil famílias passaram pelo Feirão da Casa Própria, e esse ano queremos superar a barreira dos 250 mil”.

Para o governador Márcio França, o trabalho será de desburocratização do acesso à moradia popular. “As pessoas têm pressa, e sabemos que o esforço dos agentes públicos é de construir cada vez mais unidades. Vamos criar mais mecanismos para agilizar esse acesso, em parceria com o governo federal”.

Já o prefeito Bruno Covas ressaltou a necessidade de estimular a indústria da construção civil. “Investir nesse setor é investir em emprego e renda, além da melhoria de vida da população. Em São Paulo, temos um déficit habitacional de cerca de 360 mil famílias, que sonham com a casa própria. Através do Minha Casa, Minha Vida, temos uma parceria muito forte com o governo federal. Precisamos estimular o setor da construção, ajudando e sendo parceiro para resolvermos essa questão”.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério das Cidades

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com