Facebook       Twitter

Ministro Alexandre Baldy apoia anúncio de PPP da prefeitura de São Paulo

0

Durante a viagem a São Paulo (SP), realizada nesta quinta-feira (18), o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, acompanhou o anúncio de Parceria Público-Privada (PPP) entre a prefeitura da capital paulista e a iniciativa privada da construção civil. O acordo prevê a construção de 34 mil residências, com um investimento de R$ 7 bilhões, que poderão ser pagos pela prefeitura em até 20 anos após a entrega das moradias.

Para o ministro, o acordo não é somente inovador, mas também ousado e corajoso. “Esta iniciativa é extremamente criativa, haja vista o déficit habitacional que enfrentamos no país. É um desafio muito grande, mas viemos aqui trazer a nossa mensagem de apoio, porque esse projeto vem de encontro à nossa demanda de programas sociais na área de habitação. Reconhecemos a ousadia deste projeto, parabenizando o prefeito João Dória pela iniciativa. Damos nosso apoio, total e irrestrito, para que cada paulistano possa realizar o sonho da casa própria”.

João Dória ressaltou a parceria entre a prefeitura e o Ministério das Cidades com o Programa Minha Casa, Minha Vida, para dar sequência, juntamente com a PPP, na luta contra o déficit habitacional. “Como bem disse o ministro, temos a continuidade de um esforço e de um trabalho bem sucedido, com o governo municipal, estadual e federal. Esta referência que estamos lançando é histórica para o nosso país”.

O ministro Alexandre Baldy também exaltou o Programa Minha Casa, Minha Vida, na capital paulista, e anunciou que outras modalidades do programa serão retomadas. “Nos últimos 10 anos, foram entregues 23 mil unidades habitacionais em São Paulo. Só no início da gestão do prefeito João Dória até aqui, foram entregues cerca de 50% desse total da última década. Vamos indo em todas as frentes para realizar o sonho da casa própria a quem precisa. Os que estão preocupados com o Fundo de Desenvolvimento Social para as entidades, podem se tranquilizar, porque discutiremos e iremos divulgar a seleção e retomar as obras”.

Nelson Antônio de Souza , vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal ressaltou a alternativa para se conseguir orçamento para a política habitacional local. “Estou orgulhoso de participar de um projeto como esse, é uma PPP inédita. Hoje, o poder público enfrenta uma grande dificuldade para ter orçamento em habitação no país. Hoje, com R$ 7 bilhões, podendo gerar mais de 100 mil empregos, terrenos mapeados, essa iniciativa tem tudo para dar certo. É um bom exemplo deixado para o Brasil”.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério das Cidades

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com