Facebook       Twitter

Minha Casa Minha Vida e mais crédito devem ser prometidos por Dilma no Congresso

0

Dilma-RousseffNa reabertura dos trabalhos do Legislativo, a presidente falará da terceira fase do programa habitacional MCMV, sobre estímulo às exportações e ao crédito para tirar a economia do atoleiro, conforme trecho do discurso obtido pelo Fato Online

A preocupação com a necessidade de aumentar as exportações brasileiras fará parte do discurso da presidente Dilma Rousseff na reabertura dos trabalhos do Congresso Nacional na tarde desta terça-feira (2). Ela deverá falar do esforço para “ampliar e abrir mercados para os produtos brasileiros, aumentando a presença do Brasil no mundo”.
Trecho do discurso da presidente Dilma tratando sobre economia foi obtido pelo Fato Online. Ela enfatiza o interesse em avançar na negociação de novos acordos comerciais, “priorizando países do Oriente Médio e grandes mercados asiáticos, além do acordo entre o Mercosul e União Europeia”.

A ida da presidente à abertura dos trabalhos do Congresso Nacional é um gesto para tentar retomar o protagonismo político e a liderança da base aliada, e se insere no esforço para tentar derrubar o processo de impeachment e colocar um fim na crise política.

“Nossas ações de promoção comercial serão realizadas de forma integrada, focando em 32 mercados prioritários”, dirá a presidente. O discurso trata de iniciativas de aprimoramentos de linhas de financiamento e de garantia às exportações, dando atenção especial ao pré-embarque.

“Aceleraremos a implantação de novos módulos do Portal Único do Comércio Exterior. Apoiaremos todas as iniciativas bilaterais, regionais e multilaterais que favoreçam a expansão e diversificação de nosso comércio exterior.”

Retomada do crescimento
A retomada do crescimento econômico, segundo a presidente, deverá também ser ancorada em maior oferta de crédito, além do estímulo às exportações. “A prioridade nos primeiros meses de 2016 será garantir a efetividade de linhas de financiamento ao capital de giro para micro e pequenas empresas e ao investimento em habitação e infraestrutura”, diz um trecho do discurso.

Para a recuperação do crédito em bases sustentáveis, os bancos públicos e o FGTS, “uma das principais poupança dos trabalhadores brasileiros, serão instrumentos importantes de apoio à retomada do crescimento”, enfatiza. Com mais liquidez, estão em condições de aportar crédito para setores e linhas específicas, ainda que sem equalização da taxa de juros (no rural ainda terá equalização), acredita.

A presidente menciona a importância da retomada do investimento, como base da recuperação econômica e, lembrando, para isso, do papel do PIL (Plano de Concessões em Logística). Neste ano, observa, serão leiloados 26 terminais em portos públicos, seis dos quais já em março, no Pará, além da conclusão da análise dos pedidos de autorização de Terminais de Uso Privado já entregues pelos investidores.

Estudos para 11 trechos de rodovias serão concluídos, e realizado o leilão de seis desses trechos. Estão previstos os leilões do trecho Anápolis – Estrela D´Oeste – Três Lagoas da Ferrovia Norte Sul; dos trechos Palmas – Anápolis e Barcarena – Açailândia da Ferrovia Norte Sul; e da ferrovia Lucas do Rio Verde – Miritituba.

Os leilões para concessão dos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Fortaleza também ocorrerão em 2016, ainda no primeiro semestre.

Minha Casa Minha Vida
Dilma deve prometer lançar a terceira etapa do programa Minha Casa Minha Vida, o mais importante programa habitacional da história de nosso país. Desde seu lançamento, foi contratada a construção de 4,157 milhões de moradias, das quais 2,513 milhões haviam sido entregues até dezembro de 2015.

Fonte: Fato Online

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com