Facebook       Twitter

Mais de 1,7 milhão de beneficiários do BPC ainda não fizeram o Cadastro Único

0

O registro é obrigatório e o prazo termina no dia 31 de dezembro

Para continuar recebendo o Benefício de Prestação Continuada (BPC), mais de 1,7 milhão de idosos e pessoas com deficiência devem fazer a inscrição no Cadastro Único, que dá acesso a programas sociais do governo federal. O registro é obrigatório e o prazo termina no dia 31 de dezembro. Até o momento, mais de 2,8 milhões de pessoas já registraram as informações junto ao governo.

Para se inscrever, os dependentes do BPC devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou a secretaria de assistência social do município. É necessário ter em mãos o Cadastro de Pessoa Física (CPF), o registro geral (RG) e o comprovante de residência. Em caso de dificuldade de deslocamento, o responsável familiar pode fazer a inscrição, desde que tenha em mãos os documentos de todas as pessoas que moram com o beneficiário.

Cadastro Único

O Cadastro Único reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total familiar de até três salários mínimos. “Uma das vantagens de estar dentro do banco de dados do Cadastro Único é usufruir de outras ações sociais, como o programa Minha Casa, Minha Vida e a tarifa social de energia elétrica. Enfim, um conjunto de outros benefícios”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

BPC

O BPC tem o valor de um salário mínimo e é pago mensalmente a idosos acima de 65 anos, que não tenham o tempo mínimo de contribuição previdenciária para se aposentar, e pessoas com deficiência que possuem renda familiar de até R$ 238. O auxílio é voltado às pessoas de baixa renda. O benefício assistencial foi instituído pela Constituição Federal de 1988.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério do Desenvolvimento Social

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com