Facebook       Twitter

Lançamentos do Minha Casa são 78% do total em quase 10 anos, diz estudo

0

Entre 2008 e agosto de 2017, foram lançadas 6,3 milhões de unidades no Brasil, conforme o estudo “Cadeia de valor e importância socioeconômica da incorporação imobiliária no Brasil”, realizado em parceria da Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) com a Fundação Instituto de Pesquisas (Fipe). O levantamento foi focado nos segmentos residenciais e comerciais.

Segundo o economista da Fundação Instituto de Pesquisas (Fipe), Eduardo Zylberstajn, foram considerados impactos diretos, indiretos e induzidos da cadeia da construção. “As pessoas que trabalham nas obras recebem seus salários e compram produtos e consomem serviços”, disse o economista, como exemplo de efeitos induzidos.

Do total de lançamentos no período, o Minha Casa, Minha Vida respondeu por 77,8% do total, o segmento residencial de médio e alto padrão por 20,7% e o comercial por 1,6%. Em 2017, até agosto, foram lançadas 307 mil unidades no país. Para efeito de comparação, em 2013, pico do setor, segundo a pesquisa, foi lançado 1 milhão de unidades.

Já o pico do indicador de empregos foi registrado em 2014, com 2,5 milhões de postos de trabalho. Entre 2010 e 2017, a média anual foi de 1,9 milhão de empregos.

Entre 2010 e 2017, o setor gerou média anual de R$ 19,7 bilhões em impostos.

A Abrainc lança hoje a campanha “Do mesmo lado”, em que se propõe a mostrar que o incorporador está do mesmo lado da cidade e do país. “Estamos do mesmo lado de quem quer comprar um imóvel”, disse o representante da Abrainc, Ronaldo Cury.

Fonte: Valor Econômico

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com