Facebook       Twitter

Indústria da Construção abre seu Encontro Nacional no Rio de Janeiro

0

Ministros e outras autoridades dos três Poderes passarão pela Barra da Tijuca para discutir a recuperação da economia, a importância e o futuro da construção civil

Segmento com grande participação na geração de empregos e riquezas para o país, a indústria da construção tem grande contribuição a dar no atual esforço para reaquecer a economia brasileira e reduzir os indicadores de desemprego. Para discutir esse cenário e também o futuro do setor, autoridades dos três Poderes participarão do 91º Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), que será aberto na quarta-feira (15/05), às 19h, no Windsor Expo Convention Center Barra da Tijuca, na cidade do Rio de
Janeiro.

WhatsApp-Image-2019-05-14-at-10.35.33Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel confirmou presença na solenidade de abertura. Ministros de Estado, os presidentes da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entre outras autoridades, farão parte da programação, que segue até o dia 17/05.

Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmaram presença em painéis que discutirão o desenvolvimento do país.

Promovido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o ENIC é o principal evento do
calendário anual da indústria da construção e será realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção
Civil do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio) em correalização da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-RJ) e do Serviço Social da Indústria da Construção do Rio de Janeiro (Seconci-Rio).

Sua programação combina o debate de temas técnicos de interesse da construção e assuntos da agenda nacional – os painéis técnicos do ENIC têm correalização com o SESI e o SENAI Nacional.

Na programação técnica, estão confirmadas as presenças do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; do Secretário Nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, Celso Toshito Matsuda; e outras autoridades e especialistas.

Conheça a programação completa.

O 91º ENIC será aberto à imprensa. O acesso ao evento será franqueado mediante credenciamento prévio das equipes – a credencial dará acesso aos painéis e demais atividades técnicas da programação, que tem início às 19h do dia 15/05.

Cada veículo de comunicação poderá credenciar duas equipes – o prazo para credenciamento expira, impreterivelmente, às 15h dessa terça-feira, 14/05.

Para o credenciamento, cada veículo/profissional deverá acessar  https://forms.gle/JGXkBUbPBAui5wyV8 e incluir todos os dados solicitados. As credenciais serão entregues aos inscritos a partir das 9h do dia 15/05 (quarta-feira); no Windsor Expo Convention Center Barra da Tijuca, conforme informações contidas no Aviso de Pauta.

Indústria da construção: investimento e emprego para o desenvolvimento

ENIC2

A indústria da construção é uma das alavancas do desenvolvimento econômico e social no Brasil. Participa com 4,5% do PIB nacional (2018– IBGE), representa 20,6% do PIB industrial (2018 – IBGE) e 47% da composição dos investimentos nacionais (FBCF). Fator decisivo para a conquista do sonho da moradia digna e com grande potencial de geração de emprego e renda, o bom desempenho do setor contribui em muito para o aumento do investimento e do crescimento do País de maneira sustentável.

Há cinco anos (2014), antes da eclosão da crise econômica que ainda sufoca o país, os números do setor eram melhores e a construção representava 6,2% do PIB nacional. Para este ano, a previsão de crescimento está condicionada a investimentos em infraestrutura, manutenção do ritmo de contratação do Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e oferta de crédito. Seus indicadores traduzem essa importância (base 2017):

  1. Mais de 11,9 milhões de pessoas ocupadas na cadeia da construção
  2. Sozinha, a construção civil representa 4,8% do PIB do Brasil, o que equivale a 60,95% do valor gerado e 74,71% das ocupações do setor
  3. O faturamento anual do setor supera R$ 1 trilhão
  4. O valor das vendas da indústria de materiais de construção alcança R$167,3 bilhões ao ano
  5. O comércio de materiais (atacado e varejo) ocupa um contingente de mais de um milhão de pessoas no país.
  6. A folha de pagamento do setor gera mais de R$ 200 bilhões no ano

No momento em que o Brasil busca reaquecer sua economia e reverter os altos índices de desemprego, a indústria da construção tem grande contribuição a dar, atuando em diversos segmentos, como:

  • Habitação – o mercado imobiliário brasileiro tem grande potencial de crescimento, mantendo trajetória positiva, a despeito dos muitos efeitos da crise. Nesse segmento, o programa Minha casa Minha Vida ganhou importância estratégica e já representa dois terços do mercado com utilização do FGTS para a habitação. Dados dos ‘Indicadores Imobiliários Nacionais’ mostram que 52% dos lançamentos do quarto trimestre de 2018 foram do programa.
  • Infraestrutura – a incapacidade de os governos destinarem recursos públicos para investimento, torna a iniciativa privada parceira estratégica e preferencial para a retomada do investimento em infraestrutura. Para isso, as empresas apostam em projetos nas modalidades de concessões e parcerias público-privadas (PPPs) para alavancar empreendimentos em todo o país, especialmente obras de menor porte e que tenham impacto positivo nos municípios. A retomada e conclusão de obras paradas também oferecem oportunidade de melhorar a prestação de serviços à população e otimizar investimentos já iniciados. A retomada do investimento na infraestrutura pode gerar milhares de novos empregos no país.

Fonte: CBIC

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com