Facebook       Twitter

Goiás na Frente Habitação avança e já conta com 217 obras em andamento

0

O programa Goiás na Frente, por meio da vertente habitação e sob o cronograma da Agência Goiana de Habitação (Agehab), já conta com 217 obras em andamento e outras 13 já foram concluídas. No total são 230 ações que beneficiarão pessoas em condição de vulnerabilidade financeira, em 246 municípios goianos. O coordenador-geral do programa, vice-governador José Eliton, destaca a importância dessa vertente que representa o sonho da maioria das famílias de Goiás. A iniciativa “visa valorizar as pessoas mais humildes, além de promover o amparo e esperança quanto a novas oportunidades”, diz.

Dos projetos apresentados pela agência, 88 estão em fase de execução, enquanto outros 129 constam em anteprojetos já com previsão de início de construção em breve. Os cadastros para novos beneficiários estão sendo realizados pelas equipes da Agehab durante a passagem da caravana do programa por todos os municípios, durante o lançamento do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social, sob o comando de José Eliton.

O vice-governador ressalta que a vertente social do Goiás na Frente se traduz numa atividade de grande repercussão no sentido de garantir bem-estar e dignidade para as famílias de baixo poder aquisitivo.  “Quero fazer política para estabelecer agenda de construção. O que queremos é ajudar ao próximo”, afirma ele. O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, destaca os esforços para agilizar o complexo de obras e programas em andamento.

Além de construção e reforma de moradias, a Agehab atua, também, na legalização de moradias. Na última quarta-feira, dia 06, foi realizada, em Posse, no Nordeste Goiano, audiência pública para regularização de 136 imóveis no bairro Buenos Aires, por meio do programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão.

Em outra ação, por meio do programa Goiás na Frente Terceiro Setor – Social, a Agehab cadastrou os interessados no programa Cheque Reforma, prioritário para famílias com portadores de necessidades especiais. O programa prevê R$ 30 milhões de investimentos com o Cheque Mais Moradia, modalidade Reforma, para melhoria de 10 mil residências precárias, visando principalmente dotá-las de condições de acessibilidade.

Amparo social

Ao falar do papel social do programa, o vice-governador José Eliton reafirma que, tão importante quanto investir em infraestrutura, é cuidar das pessoas, principalmente das mais carentes. E acrescenta: “A casa, tão sonhada por muitos, é sinônimo de dignidade e perspectiva de futuro”.

Sobre as parcerias entre o poder público estadual e as prefeituras, José Eliton relata que, no início de dezembro, a Agehab e a prefeitura de Senador Canedo formalizaram parcerias para construção de 50 moradias no município. O convênio foi assinado durante audiência do prefeito Divino Lemes com o presidente da Agehab, Luiz Stival, na sede da Agência.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Vice-Governadoria

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com