Facebook       Twitter

Cresce lançamento e venda de imóveis para a população de baixa renda

0

O desempenho de lançamentos e vendas para a baixa renda e para o segmento de médio e alto padrão segue bastante distinto, neste ano, conforme levantamento realizado em parceria pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O cálculo inclui dados de 20 empresas associadas da Abrainc.

De janeiro a setembro, os lançamentos enquadrados no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida aumentaram 19,9%, para 41.670 unidades, enquanto as vendas subiram 23,7%, para 47.739 unidades. No segmento de médio e alto padrão, porém, houve queda de 3% no volume lançado, para 9.220 unidades. As vendas para as rendas média e alta caíram 11,1%, para 26.013 unidades.

No consolidado, os lançamentos de imóveis cresceram 12,1% de janeiro a setembro, e as vendas de unidades aumentaram 2,8%. No terceiro trimestre, a expansão dos lançamentos foi de 46,1%, e houve alta de vendas de 8,2%.

Os distratos corresponderam a 18,2% das vendas de unidades do programa, no acumulado de nove meses, e a 45,2% do segmento de médio e alto padrão. Nos últimos 12 meses, os distratos chegaram a 36,3 mil unidades, o que corresponde 34,5% das vendas. No segmento de baixa renda, a parcela foi de 19,4% e, no dos padrões médio e alto, chegou a 44,8%.

Se considerados os distratos como proporção das vendas por trimestre, as unidades lançadas de janeiro a março de 2014 tiveram taxa de 26,9%, a mais elevada da série histórica, considerando-se os segmentos residencial, comercial e de loteamento de 14 empresas.

Dados do Radar Abrainc-Fipe apontam que as condições gerais do mercado imobiliário atingiram o patamar de 4,1 no terceiro trimestre, com alta de 0,5 ponto percentual ante o resultado do segundo trimestre. A escala vai de zero (menos favorável) a dez (mais favorável).

Fonte: Valor Econômico

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com