Facebook       Twitter

Convênio entre Cohab e entidades dá suporte a primeira moradia em Londrina

0

As famílias de baixa renda conseguem, por meio do programa Casa Fácil, projetos e orientações para construir o primeiro imóvel

Famílias com renda mensal de até três salários mínimos com terreno legalizado e que não tenham outros imóveis podem aderir ao Programa Casa Fácil. Alexandre Traina Barroso, coordenador de fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) explica que esta é uma parceria da entidade com a Cohab Londrina e o Clube de Arquitetura e Engenharia de Londrina (CEAL). A intenção é dar suporte técnico para garantir a primeira moradia de pessoas de baixa renda.

O coordenador do CREA explica que cada entidade tem uma função dentro do programa. A Cohab faz o cadastro e a triagem das famílias que podem ser beneficiadas. Além da renda especificada, os interessados devem atender a outros dois requisitos: não possuir outro imóvel em Londrina e ser proprietário do terreno onde pretende construir. O CEAL oferece o projeto arquitetônico da casa e o CREA dá desconto na taxa de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) para R$5,22, desconto de quase 98%. A taxa normal da ART do projeto e execução de uma obra de 70m², por exemplo, seria de R$ 233,94.

O Programa Casa Fácil foi criado pelo Crea-PR em 1989 e estabelece uma parceria com as entidades de classe e prefeituras para a construção de moradias com até 70m². Em mais de 30 anos, o Programa já atendeu mais de 180 mil famílias com a construção de mais de 10 milhões de metros quadrados. O prazo de cadastramento ainda não foi aberto pela COHAB. O programa também abrange pequenas reformas ou ampliações desde que não ultrapassem o mesmo tamanho.

Fonte: CBN Londrinha

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com