Facebook       Twitter

CBIC pedirá ao governo estudo sobre as novas formas de utilização do FGTS

0

Foto: Frederico Haikal/ Prefeitura de Guararema

Foto: Frederico Haikal/ Prefeitura de Guararema

Matéria veiculada nesta segunda-feira (26/06) no Bom Dia Brasil, da TV Globo, destaca proposta em estudo pelo governo de reter parte do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de trabalhadores demitidos sem justa causa para pagar o seguro desemprego. O objetivo é reduzir os gastos com pagamento do seguro do desemprego. De acordo com a matéria, a proposta visa reter e adiar o pagamento que hoje é feito à vista para o trabalhador demitido sem justa causa, o saldo do FGTS e a multa de 40%.

A matéria também ressalta as oscilações que vêm ocorrendo desde o início do ano com relação aos recursos para financiar a habitação e que têm preocupado o setor da construção civil, que emprega mais de 500 mil pessoas e que vinha experimentando um pequeno aquecimento no mercado nos primeiros meses do ano. Menciona a posição da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) de que uma eventual redução nos valores destinados ao setor para privilegiar outros usos do FGTS vai ser ainda mais prejudicial para a economia. Ressalta que o presidente da CBIC, José Carlos Martins, vai pedir ao governo um estudo sobre os impactos dessas novas formas de utilização do FGTS. “Nos preocupa bastante o uso que distorce aquilo pelo qual ele foi montado, qual é o objetivo principal. Que é desenvolvimento urbano e moradia”, destaca. Clique aqui para acessar a íntegra da matéria.

Confira também a opinião do presidente da CBIC, José Carlos Martins, sobre o assunto, na Revista Veja e no Jornal Correio Braziliense.

(Com informações do Bom Dia Brasil, TV Globo)

Fonte: CBIC

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com