Facebook       Twitter

Agehab repassará R$ 190 mil a prefeitura de Pirenópolis

0
Chuva forte registrada na quarta-feira (27/01) alagou o centro da cidade e causou prejuízo aos habitantes

Chuva forte registrada na quarta-feira (27/01) alagou o centro da cidade e causou prejuízo aos habitantes

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) prometeu repassar à prefeitura de Pirenópolis o valor R$ 190 mil, em forma de cheque reforma – modalidade comunitário, para recuperação da Rua do Lazer, em Pirenópolis, atingida pela inundação na madrugada de ontem, depois das fortes chuvas que caíram na cidade. O presidente do órgão, Luiz Stival, disse que as obras serão acompanhadas por técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Com casarões do século 18 em seu centro histórico, Pirenópolis foi tombada, em 1989, como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico.

Outros recursos serão transferidos às famílias prejudicadas pela enchente, para compra de material de construção. Cada família deverá receber R$ 3 mil. Cerca de 20 casas foram alagadas depois que o Córrego Lavapés e o Rio das Almas transbordaram, atingindo diretamente cerca de 60 pessoas. Parte da ponte histórica de madeira foi arrastada.

As informações foram fornecidas à primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo, que esteve em Pirenópolis a pedido do governador Marconi Perillo (PSDB), para prestar solidariedade e levar ajuda às vítimas. Valéria participou de reunião na prefeitura, onde foi informada sobre a situação e depois visitou famílias atingidas. “Viemos trazer nossa solidariedade, ajuda e dar um abraço nestas pessoas. Graças a Deus os estragos foram só materiais. Nenhuma vida foi perdida”, disse.

Entre as famílias visitadas estava a da funcionária pública Leonor Santana Gomes, de 27 anos, moradora das margens do Córrego Lavapés, na região Central. Ela contou que por volta das 3 horas a água começou a subir. “Ficamos apavorados. Só conseguimos sair às 6 horas de dentro de casa. Graças a Deus perdi apenas roupas e alguns eletrodomésticos. Temi muito pela vida dos meus filhos.” Leonor tem um filho de 3 anos e outro de 13. A OVG se comprometeu a enviar cobertores, alimentos, leite integral, fraldas e enxovais de bebê.

Fonte: O Popular

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com