Facebook       Twitter

Agehab institui Comitê da Mulher e da Diversidade

0

Foto: Divulgação/ Agehab-GO

Foto: Divulgação/ Agehab-GO

Foi lançado na tarde desta terça-feira (10/3) o Comitê da Mulher e da Diversidade da Agência Goiana de Habitação (Agehab), em solenidade prestigiada pela presidente do Conselho Estadual da Mulher, Ana Rita de Castro, que destacou a criação dos comitês como uma das diretrizes da gestão Ronaldo Caiado no combate à violência, por meio da Superintendência da Mulher e da Igualdade Racial, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS). Segundo ela, já estão formados 30 comitês em diversos órgãos do Estado.

 De acordo com Ana Rita, o Comitê da Mulher e da Diversidade é um espaço permanente de educação, reflexão e formação das mulheres e da diversidade na luta contra o sexismo e o machismo. “A máxima de que lugar de mulher é onde ela quiser deve ser estendida às mulheres que sofrem violência física e psicológica todos os dias. As fobias sociais estão ceifando vidas. Isso tem que acabar. Desejo vida longa e força pulsante ao Comitê”, afirmou.

 A representante da SEDS, psicóloga Heloísa de Castro, lembrou da importância da conquista das mulheres de lugares antes reservados exclusivamente aos homens. Ela ressaltou a diversidade de profissões representadas pelas integrantes do Comitê. “Nós temos muito valor e precisamos saber disso. Vamos juntas propagar o enfrentamento à violência”, destacou.

 Como primeira atividade do Comitê, foi promovida uma roda de conversa com o tema: Os desafios da Mulher na Sociedade Contemporânea: Qual é o Seu (Meu) Lugar? A mediadora e palestrante foi a mestre em serviço social pela PUC-GO, Annaterra Meira Oliveira de Jesus. Ela é membro da comissão de ética e direitos humanos do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS-GO), militante do coletivo Subverta Goiás e de movimento de lutas das mulheres e LGBTQ+. Annaterra discorreu sobre as ondas de feminismos, desde a primeira luta, pelo direito ao sufrágio. “Quando me refiro a feminismos, no plural, quero dizer que nossas necessidades e lutas são totalmente diferentes. Quando a mulher saiu às ruas pedindo o direito de trabalhar e de ser dona do próprio corpo, são mulheres brancas de classe alta. As mulheres negras sempre trabalharam, desde a escravidão. Qual a luta dessas mulheres? ”, questionou, convidando todos à reflexão.

 Integram o Comitê da Agehab a assistente social Wanessa Batista Melo (coordenadora), a técnica em segurança do trabalho, Denise Costa e Silva, a engenheira Fabiana Barbosa de Resende Souza, a jornalista Lílian Braudes Coelho e a arquiteta Silvana Emídio Souza. Prestigiaram o lançamento os diretores da Agehab, Lucas Gouveia (Desenvolvimento Institucional e Cooperação Técnica) e Kelly Morgana Afiune (Governança e Transparência).

Fonte: Agência Goiana de Habitação

Share.

About Author

Leave A Reply

Powered by themekiller.com